O "TER" E O "SER"


Umas das formas de se determinar em que círculo nossa preocupação se encontra é distinguir entre o TER e o SER

O Círculo de preocupação vive cheio de TER.
" Ficarei feliz quando tiver acabado de pagar minha casa".
" Se eu pelo menos tivesse um chefe que não fosse tão ditador..."
" Se eu tivesse um marido mais paciente..."
" Se eu tivesse filhos obedientes... "
" Se eu tivesse um diploma..."
" Se eu tivesse mais tempo pra mim..."

O Círculo de Influência está cheio de SER:
Eu posso SER mais paciente, SER mais sábio, SER mais carinhoso. O foco dirige-se para o caráter.

Sempre que achamos que o problema está "lá fora", este pensamento em si é o problema. Damos ao que está lá fora o poder de nos controlar.
A mudança de paradigma precisa acontecer de "fora para dentro" - o que está lá fora precisa mudar antes que nós possamos mudar.

A abordagem proativa prescreve a mudança de "dentro para fora": ser diferente e, ao ser diferente, alterar positivamente o que está lá fora. Eu posso SER mais engenhoso, posso SER mais diligente, posso SER mais criativo, posso SER mais compreensivo.

"As vezes aguardamos a vida passar diante de nossos olhos esperando sempre alcançar algo que desejamos tanto TER e esquecemos muitas vezes de "SERmos" autores de nossa própria história com uma pequena mudança de pensamento, de atitude diante da vida, de percepção das oportunidades surgidas e de ir em busca dos sonhos, porém não sonhos distantes e sim sonhos palpáveis! " Fabrícia Reis.

Fonte: Livro os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes - Stephen R. Covey


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PROGRAMA CEAPA (Central de Apoio e Acompanhamento às Penas e Medidas Alternativas)

18 de Janeiro - DIA INTERNACIONAL DO RISO